Luiz Garcia participa da eleição da nova diretoria do Colegiado de Comitês de Bacias Hidrográficas (FMCBH)

68

 

O Fórum Mineiro de Comitês de Bacias Hidrográficas (FMCBH) realizou, nos últimos dias 13 e 14, sua 81ª reunião ordinária. Dentre vários pontos de pauta, um dos principais foi a eleição da nova diretoria do colegiado para o mandato 2023-2025 – que agora conta com a participação da presidenta do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas (CBH Rio das Velhas), Poliana Valgas, no cargo de secretária. Além de representantes dos comitês mineiros, estiveram presentes membros do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM).


Luiz Garcia, Presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Mateus, atuará também nesta na nova gestão, como Coordenador Adjunto!

Poliana Valgas falou sobre suas expectativas para a nova gestão do FMCBH, que, além dela, conta também com Wilson Acácio, vice-presidente do Comitês dos Afluentes Mineiros dos Rios Preto e Paraibuna, como coordenador-geral, e Luiz Garcia, presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Mateus, como coordenador-adjunto. “Queremos contribuir, dar sequência, ao fortalecimento das articulações que acontecem no Fórum, espero que tenhamos um olhar cada vez mais voltado aos comitês de bacias e, justamente por isso, coloquei meu nome e meu tempo à disposição”, completou.

Poliana ainda ressaltou a importância do FMCBH para a gestão de recursos hídricos no estado. “O Fórum tem um papel extremamente importante no fortalecimento e na integração dos 36 comitês de bacias de Minas Gerais, é um espaço de discussão, de trabalho das demandas dos comitês, de apresentação dessas demandas ao Estado, por isso esse papel fundamental nessa articulação e aproximação dos colegiados”, finalizou.

Mais sobre a reunião

Além destas pautas, os conselheiros deliberaram também sobre a formação do grupo de trabalho (GT) para discussão, estudos e encaminhamentos referente à Agenda Propositiva, além da instituição de outro GT para a organização do Primeiro Encontro Regional de Comitês de Bacias Hidrográficas da Região Sudeste, a ser realizado de 8 a 12 de julho do próximo ano, em Belo Horizonte. Essa determinação vai ao encontro do regimento do FNCBH, que passa a instituir a realização bianual do Encontro Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas (Encob), sendo realizado apenas em anos ímpares. Nos anos pares, serão realizados encontros regionais.

Ao final do primeiro dia, Robson Santos, representante do IGAM, apresentou pontos de puta relativos ao órgão, incluindo um retorno sobre um questionário aplicado, pelo Fórum, a todos os comitês mineiros, que mapeou a situação estrutural dos colegiados. “Todos os comitês tiveram a oportunidade de pontuarem seus problemas, exceto seis comitês que não responderam, esse material foi entregue ao Igam, que agora apresenta suas avaliações”, contextualizou Wilson Acácio. Robson apresentou as questões nas quais o Igam se posicionou, referentes, principalmente, à estrutura física e operacional dos comitês. Thiago Santana, diretor de Gestão e Apoio ao Sistema Estadual de Gerenciamento de Recursos Hídricos do IGAM, falou sobre o andamento do Fundo de Recuperação, Proteção e Desenvolvimento Sustentável das Bacias Hidrográficas do Estado de Minas Gerais (Fhidro).

Segundo dia e eleição da nova diretoria

Na manhã do segundo dia, além da apreciação de moções, mais uma série de deliberações normativas foram votadas. Já na parte da tarde do segundo dia de reunião, os conselheiros realizaram a eleição da nova diretoria do FMCBH, composta por Wilson Acácio, Luiz Garcia, e Poliana Valgas, presidenta do CBH Rio das Velhas.

Wilson Acácio, reeleito coordenador-geral, falou sobre os novos caminhos e sobre a sequência do trabalho realizado até o momento. “Atendo à solicitação de muitos companheiros que reconheceram nosso trabalho e sigo, com muito orgulho, à frente do FMCBH, que congrega o maior número de comitês em todo o Brasil. Nosso plano de trabalho foi distribuído para todos os presidentes, foi apresentado aqui e é, acima de tudo, ‘pé no chão’, para que, este fórum, que é referência para o Brasil, siga neste caminho”, salientou.

Luiz Garcia, novo secretário-adjunto, celebrou a eleição. “Para mim é motivo de muito orgulho compor essa chapa, que vai estar ao lado dos comitês de Minas Gerais, lutando para que nossa água aumente sempre em volume, quantidade e qualidade”, completou.

O plenário também elegeu, na quinta-feira, o colegiado coordenador do FMCBH e os conselheiros que vão representar o fórum mineiro no Fórum Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas. A relação do novo colegiado é a seguinte:

  • Representando os afluentes do Alto Rio São Francisco – Poliana Valgas
  • Representando os afluentes do Médio Rio São Francisco – Alda Maria de Souza
  • Representando os afluentes do Rio Grande – Hideraldo Bush
  • Representando os afluentes do Rio Doce – Nádia Rocha
  • Representando os afluentes dos Rios Mucuri, São Mateus, Jequitinhonha e Pardo – Luiz Garcia
  • Representando os afluentes do Rio Paranaíba – Sylvio Andreozzi
  • Representando os afluentes do Rio Paraíba do Sul, Rio Preto (Itabopoama), Rio São João e Rio Caparaó. – Wilson Acácio

Já os representantes escolhidos pelo plenário para representar o FMCBH no FNCBH foram: Wilson Acácio, como coordenador-geral do FMCBH; Hideraldo Bush, representando os afluentes do Rio Grande; e Ivonete Ferreira, representando o Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Urucuia. Após as eleições, Wilson Acácio encerrou as atividades na 81ª Reunião do FMCBH.


Assessoria de Comunicação do CBH Rio das Velhas:
TantoExpresso Comunicação e Mobilização Social
*Texto: Arthur de Viveiros
*Fotos: Arthur de Viveiros