Armação contra João Rufino parte II – A principal testemunha do processo pede R$ 30.000,00 para mentir ou não depor. ConfirAgora!!

2502

Pois bem…

https:\/\/mantenagora.com.br

Esta semana, depois que a sentença contra João Rufino foi publicada, tomamos conhecimento de algumas informações que serão levadas a conhecimento da justiça através da Assessoria de João, envolvendo a principal testemunha, “Marcelo da Dê”.

Em tal áudio, aparece, supostamente, a voz de Marcelo da Dê tentando extorquir uma pessoa ligada a João Rufino, em troca de, ou não depor, ou depor como bem entendesse.

Antes, vale lembrar que a alguns dias, o próprio Marcelo da Dê espalhou para várias pessoas, diversos áudios que se alastraram pela cidade.

Mas o que nos deixou preocupados, é que entre os áudios “espalhados” por Marcelo da Dê, existe um em que supostamente teria sido enviado POR ELE MESMO (Marcelo da Dê) ao Promotor de Justiça, dando satisfação sobre o depoimento dado, onde ele, inclusive, de forma bastante explícita, confirma ter pedido dinheiro para pessoas ligadas a João Rufino, e logicamente, por não ter recebido, prestou seu depoimento da forma que bem entendeu. Ouça:

https:\/\/mantenagora.com.br

Áudio de “Marcelo da Dê” supostamente enviado ao Promotor de Justiça. Pode isso produção?

…”mas infelizmente igual eu disse, eu… eu não tenho recurso próprio, eu não tenho condição financeira boa, se não teria me envolvido nisso, e vou ser sincero pro senhor eu não teria deposto contra ele, se tivesse me dado o dinheiro ou se tivesse condição de sair do Brasil, só voltaria aqui quando ele saísse do mandato…”

…”Eu não teria deposto contra ele se ele tivesse me dado o dinheiro…

E sabe quanto ele pediu para não depor?! Não, não foram R$ 400,00, como se tem comentado por ai. Leia até o fim e saiba quanto foi pedido, em forma de extorsão.

https:\/\/mantenagora.com.br

Valendo observar que:

O crime de extorsão consuma-se independentemente da obtenção da vantagem indevida. Súmula 96

O que podemos dizer antes de seguir adiante, é que Marcelo não recebeu nada de João Rufino… Mas seguiu mantendo contato com Marcelo do Lico…

Vale também a pena relembrar os áudios entre Marcelo da Dê e Marcelo do Lico:

https:\/\/mantenagora.com.brOuça novamente Marcelo do Lico em contato com Marcelo da Dê, marcando encontros com testemunhas, dizendo que Gentil chegaria, e que estaria tudo bem “organizado” já as “coisas”.

O que não frisamos na matéria passada, mas vale muito destacar, é a fala de Marcelo do Lico, afirmando que já teria, assim como Marcelo da Dê, conversado pessoalmente com o Promotor de Justiça, veja:

“eu ja conversei também já com o PROMOTOR, já ta tudo bem organizado já as coisa” – Fala de marcelo do lico.

O que também chegou a nosso conhecimento, através de Advogados de João Rufino, irá abalar as estruturas do judiciário, veja o que nos foi dito por uma das pessoas ligadas a defesa de João:

…”Além de tudo isso, chegou a nosso conhecimento um outro áudio, onde aparece Marcelo da Dê tentando, de todas as formas, extorquir pessoas ligadas a João Rufino para que não prestasse depoimento em juízo. Ou seja, nunca foi oferecido dinheiro a Marcelo para que o mesmo não prestasse seu depoimento, muito menos que mentisse em juízo, pois quem pediu dinheiro, na quantia de R$ 30.000,00 (trinta mil reais) para não depôr, ou depôr mentiras contra João Rufino, foi o próprio Marcelo. Frise-se, principal testemunha contra João, o qual restou comprovado ter íntimo contato com Marcelo do Lico e Gentil. E não conseguindo “arrancar” dinheiro de João (o qual já estava ciente de toda armação), Marcelo foi até o fórum, certamente acompanhado de “suas testemunhas”, e desabou mentiras em plena sala de audiência na presença de Juiz, Promotor e Advogados.

De que vale o depoimento desta pessoa?”

Ouça o áudio que chegou até nós através da assessoria de João, onde supostamente Marcelo pede dinheiro, R$ 30.000,00 (trinta mil reais), para não falar o que quisesse contra João Rufino:

“…Ah eu quero uma segurança num dinheiro, eu compro um carrinho para fazer frete, vou trabalhar por conta própria, eu sei que ele não vai me dar serviço.. João o menino vai lá e vai dar depoimento, mas ele mandou te pedir R$ 30.000,00, você não vai dar não (voz diz: a não dá não uai).. Marcelo diz, então, pode deixar, pode deixar então, que eu ia comprar um carrinho de carroceria e ia fazer frete….

“… Deixa eu falar com você, vou pedir medida de segurança, se o Juiz falar que me dá vou dar meu depoimento, pode falar com ele, o Marcelo mandou te pedir R$ 30.000.00, vai embora, não vai depor…”

https:\/\/mantenagora.com.br

Marcelo da Dê volta a mencionar Marcelo do Lico no minuto 01:55… Chego lá agora e falo com o Marcelo, arruma pra mim R$ 10.000,00, R$ 15.000,00 / R$ 20.000,00 reais, eu quero dinheiro independente de serviço, quero serviço não!

De acordo então com a assessoria de João e como está sendo esclarecido, ele prestou seu depoimento, mentindo em juízo de todas as formas possíveis, e isso porque? Porque não recebeu R$ 30.000,00 (trinta mil reais) de NINGUÉM LIGADO A JOÃO RUFINO!

https:\/\/mantenagora.com.br

Sendo assim, o fato nos faz pensar o seguinte: Porque então Marcelo depôs da forma que fez?

Será que cobrou e recebeu de alguém para tanto? OU será que iria “de graça” prestar um depoimento tão incisivo contra João Rufino?

Isso certamente a Justiça irá desvendar!

Em breve mais informações, onde toda população ficará sabendo de tudo que foi arquitetado contra João Rufino e Dr. Ronaldson, afim de derrubar uma eleição legítima em Mantena.

Em conversa com a Assessoria de João, questionamos a estes sobre o vídeo feito na sala da casa de Saúde, onde aparece João repassando dinheiro para Marcelo, onde tudo nos foi devidamente explicado. Estaremos publicando matéria em breve dando conta da versão a nos repassada, para conhecimento de todos. Aguardem!

Aguardem!

Veja também:

EXCLUSIVO! Vazam áudios que ligam testemunha principal de processo contra João Rufino ao ex candidato a vice prefeito Marcelo do Lico e ao próprio Gentil.